Pele do rosto.

5 Coisas que você não deve fazer com sua pele do rosto

Compartilhe!

A pele do rosto é bem delicada e precisa estar bem cuidada, pois a primeira impressão é a que fica. Mas, para termos uma cútis sempre bonita é necessário alguns cuidados. Assim como você deve ter uma rotina de beleza, também existem coisas que você não deve fazer com sua pele do rosto de jeito nenhum! Neste post relaciono 5 erros que você não deve cometer para ter uma “pele de pêssego”.



Pele do rosto

1. Evite lavar o rosto com água muito quente

5 coisas que você não deve fazer com sua pele do rosto

A água muito quente é péssima para a pele do rosto. Ela acaba abrindo os poros e retira demais a camada protetora superficial da pele. Dessa forma a água quente não é boa nem para peles mistas e oleosas, nem para peles normais e secas. Além disso, a água quente estimula o aparecimento das manchas em peles com tendência a melasma

Por isso, procure sempre lavar seu rosto com água morna ou fria e usando um sabonete próprio para a pele dessa região. Assim, nos dias em que lavar a cabeça com água morna, termine o banho enxaguando o rosto com água gelada.

Confira também o post sobre Tratamento para melasma e como prevenir.


2. Nunca esprema espinhas

Eu sei que é duro acordar e dar de cara com uma espinha gigante logo no dia daquela festa ou reunião importante. Mas a pior coisa que você pode fazer nessa hora é espremer a danada. Afinal, mesmo espremida, ela continuará lá e ainda por cima estará mais vermelha e inchada. E poderá inflamar, deixando cicatrizes permanentes.

5 coisas que você não deve fazer com sua pele do rosto

Então, quando você vir uma espinha no seu rosto, primeiro respire fundo e conte até 10. Depois, pegue seu corretivo e comece a trabalhar no disfarce. Se ela estiver avermelhada, aplique um corretivo esverdeado (leia post aqui) sobre a espinha com o auxílio de um pincel pequeno.

Por cima do corretivo verde aplique a base (veja post) sobre todo o rosto. Mas sobre a espinha, aplique a base em batidinhas para não acabar retirando o corretivo. A seguir, aplique sobre ela um corretivo da cor da sua pele, de preferência cremoso, porque tem maior cobertura e duração. E finalmente aplique uma camada de pó sobre tudo para selar e garantir que a cobertura não saia facilmente. Esse aqui é ótimo, pois é bem fininho.

Mais importante, separe os pincéis usados para lavar (veja como aqui), para evitar transmitir as bactérias da espinha para outros pontos do rosto.

Se a espinha for muito grande, contudo, você deve procurar seu dermatologista. Ele tem tratamentos que podem ser feitos na espinha para esvaziá-la e que evitarão maiores problemas.



3. Deixar de usar protetor solar

Não usar protetor solar.

O sol é o maior inimigo para a pele do rosto. Proteja-a diariamente com um filtro solar próprio para o seu tipo de pele. Se ela for oleosa ou mista, existem produtos em gel ou gel-creme que protegem sem aumentar a oleosidade. Já peles normais e secas podem usar produtos cremosos.

Mas antes de aplicar o protetor solar faça toda a sua rotina de beleza: limpe, tonifique e hidrate a pele (veja mais detalhes no post aqui). Por último aplique o protetor solar. Depois você pode partir para a maquiagem. Maquiagem com FPS é uma barreira a mais, mas mesmo assim, você não deve dispensar o protetor solar.

Tipos de pele: reconheça o seu

Existem 4 tipos de pele principais: normal, seca, mista e oleosa.

Tipos de pele.


4. Evite cremes impróprios para seu tipo de pele

Quando a gente viaja para fora do país é comum ficarmos doidas com os preços, em muitos casos muito mais em conta do que por aqui. Isso sem falar na enorme variedade de produtos que encontramos a venda nas farmácias, lojas e até nos supermercados.

Mas é importante lembrar que muitos desses cosméticos foram desenvolvidos para serem usados em climas muito mais frios que o nosso. Além disso, também foram elaborados para peles que são diferentes das nossas, por características étnicas e genéticas. Dessa forma, o uso desses produtos comumente resulta em problemas de pele.

pele oleosa é a que mais sofre. É comum observar a ocorrência de cravos e espinhas após alguns dias de uso daquele creme chiquérrimo que você trouxe de viagem. Isso ocorre simplesmente porque ele foi desenvolvido para hidratar a pele nos dias de inverno mais rigoroso, coisa rara por aqui.

Assim, procure sempre comprar cosméticos de preferência desenvolvidos para a pele da mulher brasileira. E preste atenção para o tipo de pele a que ele se destina. Existem produtos para os 4 tipos de pele. Só compre aquele que for adequado para o seu tipo. Leia as informações na embalagem do produto ou no site, se você for comprar online.



5. Não abra mão do hidratante

5 coisas que você não deve fazer com sua pele do rosto

Hidrate sempre a sua pele para devolver a ela a umidade perdida. Uma pele desidratada é sem viço, quebradiça, sem brilho. Então, não deixe de aplicar um hidratante antes de dormir, após limpar bem a pele. Isso mesmo em casos de peles mistas e oleosas.

Você não vai se arrepender e colherá os frutos dessa simples prática no futuro, mantendo sua pele sempre jovem e bonita. Se quiser incluir outras etapas na sua rotina de tratamento noturno da pele veja também os posts abaixo, é só clicar sobre os links:



4 comentários em “5 Coisas que você não deve fazer com sua pele do rosto”

Deixe uma resposta

Rolar para cima