fbpx
Como escolher as melhores frutas?

Como escolher as melhores frutas

Você já se convenceu de que deve comer mais frutas, mas quando chega para comprar fica sempre na dúvida de quais escolher, esse post é para você. Aqui apresento várias dicas para te ajudar a escolher as melhores frutas para comprar.

Como escolher as melhores frutas

Dica no 1 – observar a safra

A primeira dica é conferir a tabela de safra ou de sazonalidade das frutas da sua cidade ou do entreposto mais próximo, para descobrir quais as frutas que estão na safra no mês.

Comprar frutas na safra significa pagar menos por frutas de melhor qualidade, inclusive do ponto de vista nutricional. Além do maior teor de nutrientes, as frutas da safra, potencialmente, apresentam um menor teor de agrotóxicos, pois como a fruta se desenvolveu na época correta da sua natureza, a planta está mais capacitada para se defender sozinha das pragas das lavouras. Com isso, o agricultor precisa empregar menor quantidade de agrotóxicos durante o cultivo.Como escolher as melhores frutas?

As frutas da safra também são muito mais saborosas e duram muito mais.

O entreposto mais próximo ao da minha cidade é o Ceagesp que fica na cidade de São Paulo. Para ver o calendário com a sazonalidade das frutas comercializadas pelo Ceagesp clique aqui. Se você não mora próximo à cidade de São Paulo, faça uma busca pela Internet para descobrir qual o calendário de Comercialização das frutas de sua cidade ou do entreposto mais próximo.

Dica no 2 de como escolher as melhores frutas – lista de compras

A segunda dica é fazer uma lista de compras, contendo entre outros itens, as frutas que estão na safra. Ir as compras com uma lista resulta sempre em maior econômia de tempo e dinheiro, e evita que você esqueça algum item.

Como escolher as melhores frutas?

Dica no 3 – tenha paciência na escolha

De posse da sua lista de compras siga até a feira, hortifruti ou supermercado mais conveniente para você. Reserve um tempo para fazer as suas compras para escolher as frutas com qualidade. Tenha paciência e examine com cuidado cada uma. Utilize as seguintes dicas para escolher as melhores frutas:



  • Abacate: os melhores são os mais pesados e firmes. Se estiver duro, ainda não está bom para o consumo, mas o abacate amadurece bem fora do pé. Os abacates de casca verde-claro e sem manchas são os melhores. Porém, a fruta pode apresentar algumas manchas de cor marrom-clara na casca, sem que isso indique má qualidade do produto; o defeito é apenas superficial. Para saber se o abacate está maduro, a casca deve ceder com uma leve pressão dos dedos.
  • Abacaxi:  o abacaxi tem mais chances de estar doce quando está maduro. Pressione com os dedos, se estiver muito duro, é sinal que ainda não está maduro. Observe também se a casca está dourada e com cheiro adocicado. Você também pode puxar delicadamente uma folha de sua coroa. Se soltar com facilidade, está no ponto para ser consumido. Não compre o abacaxi se ele apresentar manchas escuras e parte batida ou mole.
  • Acerola: as acerolas maduras apresentam casca de coloração vermelha. Devem estar firmes.
  • Ameixa: escolha a que tem tom vermelho escuro. As mais claras são azedas. Não deve apresentar furos nem manchas em sua casca ou partes moles. Como escolher as melhores frutas?
  • Banana: independentemente da variedade, na hora de escolher a fruta é preciso observar a presença de manchas escuras: quanto maiores, mais madura estará a fruta que, em alguns casos, pode estar passada. A banana madura apresenta casca amarela com pequenas manchas marrons e aspecto firme. As bananas devem estar sempre presas à penca. Algumas vezes a banana está amarelinha no corpo, mas com as extremidades esverdeadas. Essas podem ser consumidas, porém não terão um sabor muito intenso. Mas se você não quiser consumi-las no mesmo dia, pode levar porque elas amadurecem naturalmente na fruteira da sua casa.
  • Caqui: prefira aqueles mais firmes e de cor uniforme e observe se não há rachaduras na casca.
  • Carambola: está madura quando amarelada. As verdes têm sabor ácido e adstringente.
  • Cerejas: prefira as de cor vermelha brilhante e ainda com o cabo. As frutinhas devem estar firmes, jamais murchas.



  • Coco maduro (marrom): procure os que contêm mais água e que são mais pesados para o tamanho. Além disso, bata na casca, se estiver fresco, o som será estridente; se o som for oco, indica que a fruta está passada.
  • Damasco (fresco): escolha as frutas com tom laranja mais intenso e evite as de cor amarelada ou muito claros. O damasco também deve estar com a consistência ligeiramente macia; quando está muito duro, é sinal de que foi colhido antes de amadurecer.
  • Figo: procure pelos figos com predominância de tons de roxo na casca. Os figos são naturalmente macios, mas não devem estar desmanchando. Descarte figos com marcas na casca ou com um dos lados achatados. No figo, o enrugamento da pele e a pequena abertura na parte inferior sinalizam que está no ponto ideal para ser consumido. A abertura deve mostrar um tom que vai do vermelho ao vinho. Se estiver esverdeada, o figo não está bom.

Como escolher as melhores frutas?

  • Fruta do conde: quando madura apresenta tom verde-escuro acinzentado e ao ser tocada deve apresentar consistência macia, mas não mole a ponto de quase se abrir.
  • Goiaba: sua casca deve ser lisa e sem furinhos. A cor verde-clara indica que a fruta está no ponto de ser consumida, mas algumas pessoas preferem quando está mais amarela.
  • Jabuticaba: escolha as que estiverem firmes, brilhantes e sem rachaduras. Descarte as murchas.
  • Kiwi: para ver se está maduro, basta tocá-lo, se estiver com a polpa macia, pode comprar.
  • Laranja: independentemente do tipo, escolha as laranjas mais pesadas, sinal de que estão mais suculentas. A consistência deve ser igual em toda a fruta; exclua aquelas que estão mais moles de um lado. Nas variedades de casca lisa, quanto mais fina a casca, mais suculenta a fruta.
  • Limão: tem bastante caldo quando estão com a casca lisa e brilhante.
  • Maçã: escolha as frutas firmes, de casca lisa, sem machucados ou depressões. Entre duas opções do mesmo tamanho, fique com a mais pesada. Prefira as maçãs de cor viva, quanto mais vermelha, mais doce ela é.

 



  • Mamão: mamão deve ter a casca firme, sem rachaduras ou manchas brancas de fungo. Veja se não tem partes machucadas ou sinais de picadas de insetos. Prefira aquele com tons amarelo/alaranjado, isso significa que ele está no ponto. O mamão verde nem sempre amadurece bem fora do pé.
  • Manga: em qualquer variedade, a manga madura exala um perfume marcante e a casca cede levemente ao ser pressionada, mas sem se romper. A casca não deve apresentar batidas, rachaduras ou manchas escuras. A cor da casca não é a única indicação de que a manga está madura, já que ela varia do verde ao vermelho, dependendo da variedade. Nas variedades de casca amarela e vermelha, devem prevalecer esses tons quentes.
  • Maracujá (azedo): o maracujá bom é pesado em relação ao seu volume. Quando está muito leve, a polpa é pouca ou secou. Não deve apresentar manchas escuras. A fruta está madura se ao pressionar o lado oposto ao cabo, ele cede à pressão dos dedos, mas sem que a casca se rompa. A casca bem enrugada e a cor amarela escura indicam que está ótimo para consumo.
  • Melancia: prefira as firmes, lisas, brilhosas e sem manchas escuras. Para saber se a fruta está madura, bata com o nó dos dedos na casca, esperando um som abafado (oco). Um som mais agudo indica que ela ainda está verde. Com a melancia aberta fica mais fácil, é só selecionar um pedaço mais vermelho e consistente.

 

  • Melão: é uma das frutas mais difíceis de escolher porque possui a casca dura. Normalmente, observar apenas a cor da casca não é o suficiente para saber se o melão está maduro. Para começar, a casca deve estar perfeita, firme, amarela, sem machucados ou rachaduras. Uma forma de verificar se ele está maduro é pressionar levemente o “umbigo”, na parte inferior do melão (oposta à haste). Se ele ceder um pouco, significa que está no ponto. Outra forma é sacudindo a fruta, se as sementes estiverem soltas, indica que está pronto para o consumo. Se não for possível sentir um aroma suave e adocicado, provavelmente ele foi colhido antes de amadurecer.
  • Morango: para comprar morangos de boa qualidade, escolha aqueles não muito grandes e de cor vermelha forte, sem manchas e partes amolecidas. Se ainda estiverem com os tComo escolher as melhores frutas?alos bem verdes, melhor. Os muito grandes não são tão saborosos. Como se trata de uma fruta delicada, normalmente já é comercializado acondicionado em caixinhas transparentes. Na hora da compra vire a caixinha e olhe a camada inferior através do plástico. Rejeite se os morangos estiverem amassados, com fungos ou soltando líquido.
  • Pera: escolha peras de casca firme, mas não duras, pois essas ainda não estão maduras e são indigestas. Fora do pé, muitas vezes a pera fica com a polpa esfarelada e sem sabor. A casca não deve ter manchas ou cortes.
  • Pêssego: a fruta mais madura deve ter casca aveludada e com coloração amarela, com um toque avermelhado e sem pontos marrons e moles. A fruta deve estar firme, mas não dura. As frutas duras demais geralmente não chegam a amadurecer. O tamanho do pêssego não é indicador de sua qualidade. Nem sempre a fruta de maior tamanho é a mais saborosa.
  • Uva: os cachos devem estar bem cheios, com as bagas lisas e que não se desprendam com facilidade. As hastes devem estar verdinhas e flexíveis. Hastes marrons e com a fruta caindo são sinais de que já estão maduras demais. As uvas verdes devem ter um leve tom amarelado. As vermelhas e roxas devem ter cor uniforme e brilhante.



 

Siga o Almanaque da Mulher no Facebook.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *