fbpx
Entrevista com Personal Trainer

Dúvidas sobre Treinamento com Pesos

Entrevista com Personal TrainerO post de hoje é uma entrevista sobre treinamento com pesos com o Professor de Ginástica e Personal Trainer Flávio Leandro da Silva, formado em Educação Física pela UNIP, pós-graduado em Nutrição Esportiva pela FMU e pós-graduando em Biomecânica pelo CEFIT.

O professor Flávio irá responder dúvidas comuns das mulheres sobre a prática de atividade física de resistência ou musculação.

Existe um treino considerado ideal?

Não existe um mesmo treino que seja ideal para todas as pessoas. Então, a primeira atitude a ser tomada é buscar o auxílio de um profissional, independente da atividade escolhida. Estamos em uma época em que metodologias de treinamento surgem a todo instante e parecem sempre ser a resolução dos problemas, prometendo ser a atividade que lhe dará o corpo dos sonhos.

Mas alguns fatores devem ser levados em consideração antes de se iniciar um programa de treinamento, são eles: aptidão física,  nível de condicionamento e exercícios a serem praticados. Lembrando que não basta apenas a atividade física, outros fatores como o descanso e a alimentação são de extrema importância para conseguirmos atingir o corpo que consideramos ideal, além é claro, da dedicação do praticante de atividade física, afinal “ninguém faz por você”.



Treinamento com pesosQual o tempo ideal de duração de uma sessão de treinamento?

Alguns fatores interferem no tempo de duração de uma sessão de treinamento, o principal deles é o nível de prática do indivíduo,  podendo este ser iniciante, intermediário ou avançado.

Para os indivíduos que já possuem um nível de condicionamento avançado, outras variáveis são levadas em consideração, como a divisão dos treinos por partes do corpo e números de dias de treinamento. Pensando apenas na sessão de treino, a mesma deve durar em média de 45 a 60 minutos. Dentro deste período temos a fase de aquecimento, que pode ser realizada de forma aeróbia (esteira, bike, transport) ou de forma específica, quando o aquecimento é realizado com o próprio movimento a ser executado, porém com uma carga menor.

Outro fator que pode interferir no tempo da sessão,  é quando ocorre a junção de atividades em um mesmo treino visando diferentes capacidades, por exemplo, treinos associados de corrida e musculação, que podem tornar a sessão mais extensa.

Quais os benefícios do treinamento com pesos?

Mais do que benefícios estéticos, o exercício é também uma forma de manter-se saudável. A prática de exercícios físicos regulares ajuda no controle de triglicérides, colesterol, diabetes, hipertensão, obesidade entre outros, tendo em vista que muitos indivíduos diminuem e em alguns casos conseguem até suspender o uso de medicamentos após aderirem à prática de exercícios físicos.

A ACSM (American College of Sports Medicine – Colégio Americano de Medicina Esportiva) estipula 30 minutos de atividade física, pelo menos 3 vezes na semana, mas essa é uma recomendação para o todo, sem levar em consideração as particularidades de cada indivíduo, como o seu nível de condicionamento, por exemplo, apenas para que a população evite um estilo de vida sedentário.

Quanto ao treinamento resistido propriamente dito, além dos benefícios já citados, podemos acrescentar: a diminuição da gordura corporal, aumento do tônus muscular, melhora da postura, aumento de massa magra (musculatura), aumento da massa óssea, o que é importantíssimo principalmente para as mulheres, pensando no combate à osteoporose, cujo risco se acentua principalmente após a menopausa, bem estar físico,  melhora das funções diárias,  da disposição, do sono, da autoestima, da libido, além da socialização. Portanto a prática de exercícios resistidos traz inúmeros benefícios, desde que supervisionada por um profissional, e claro respeitando os limites do seu corpo.

Treinamento com pesos



Treinos com pesos emagrecem?

Quando pensamos em emagrecimento, devemos sim considerar qual treino fazer, mas sem esquecer a questão alimentar. Para que haja emagrecimento deve haver um balanço energético negativo, ou seja, o gasto calórico diário do indivíduo deve ser maior do que a quantidade de calorias ingerida. Desta forma, o tecido de reserva (gordura) passa a ser utilizado, levando assim a diminuição dos tecidos e consequentemente ao emagrecimento.

Outro fator que devemos pensar é no trabalho de medidas, e não somente no peso que a balança mostra. Um corpo com 60 kg e 10% de gordura tem 6 kg de gordura, os mesmos 60 kg com 20% de gordura já tem 12 kg de gordura. É aí que a musculação pode fazer a diferença, pois ajudaria em uma perda de peso sem que haja uma perda muito significativa da massa magra, chegando ao popular “na balança não mudou muito, mas percebo nas roupas que eu emagreci”. Muitas vezes perde-se muito peso na balança, mas muito em massa magra, dando aquele aspecto de flacidez ao corpo.

Portanto a musculação ou o treinamento com pesos, além de um aumento de algumas taxas hormonais benéficas, também resulta em um aumento do gasto energético pós-treino, pelo aumento da massa magra, resultando em perda de gordura corporal, o emagrecimento. Lembrando que fatores como intensidade e alimentação são importantíssimos na busca pelo emagrecimento, assim como, disciplina e empenho do indivíduo.

Mulheres devem treinar membros superiores?

Sempre que se indica este tipo de exercícios a grande maioria das mulheres tende a ter medo de ficar com aspecto masculinizado. Pois bem, alguns fatores devem ser levados em conta pelas mulheres antes de elas se recusarem a treinar membros superiores. Como a mulher tem sua taxa de testosterona baixa, isso por si só já é um fator limitante no ganho de hipertrofia (aumento de massa).

Além disso, o treinamento com pesos dos membros superiores traz como benefícios: uma melhora do tônus muscular (inclusive do tríceps, conhecido como “músculo do tchauzinho”), melhora da postura, diminuição das gorduras da linha de tronco, aumento de força, aumento de massa magra e de massa óssea,  importante para o combate da osteopenia e osteoporose.

Treinamento com pesos

O que é periodização do treinamento com pesos e qual a finalidade?

Guedes Jr. e Teixeira definem a periodização como sendo o planejamento do treinamento em longo prazo, visando os objetivos e melhora de performance. Sendo assim, a periodização se faz importante para que não aconteça uma acomodação relativa ao treinamento, limitando o ganho de massa magra.

Os ajustes podem ser feitos com alterações no volume, na intensidade, além das metodologias e estímulos oferecidos. Cabe ao profissional responsável pela  periodização, encaixar os  objetivos e necessidades  do indivíduo. A periodização e o planejamento de um programa de treinamento devem sempre levar em consideração, aptidão física,  nível de condicionamento e individualidade biológica do indivíduo.



Estou grávida, posso treinar?

Gravidez não é um estado patológico,  sendo assim a ASCM (Colégio Americano de Medicina Esportiva) recomenda a prática de atividades para que as mulheres possam usufruir dos seus benefícios, entre eles, manutenção da aptidão física, diminuição da tensão pós-parto, recuperação mais rápida pós-parto e prevenção de lombalgias.

Além disso, a musculação aumenta a flexibilidade e a força, capacidades essas importantes principalmente no auxílio a não acentuação das alterações biomecânicas (hipercifose torácica e hiperlordose lombar), assim como da fraqueza muscular abdominal.

Contudo, não é recomendado iniciar um programa de musculação durante a gestação (Guedes Jr., Sousa Jr., Rocha). O ideal é que a gestante já seja praticante antes de engravidar, não tenha qualquer limitação associada a gravidez e tenha liberação médica.

Treinamento com pesos

Quem quiser entrar em contato com o Professor Flávio seguem os dados:

Flávio Leandro da SilvaEmail: [email protected]

Facebook: Flávio Leandro da Silva

Whatts App: (11) 95898-6442

 

 

Quer mais informações sobre Fitness? É só clicar aqui.

Siga o Almanaque da Mulher no Facebook e no Instagram.



4 comentários em “Dúvidas sobre Treinamento com Pesos”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *