Obra exposta na Pinacoteca.

Visite a Pinacoteca quando vier a São Paulo!

Compartilhe!

Apesar de já morar há anos aqui em Santana de Parnaíba, só agora fiz uma visita a Pinacoteca do Estado de São Paulo. Nossa, por que demorei tanto? Fiquei totalmente maravilhada pelo espaço, obras de arte e arquitetura. Aqui nesse post, conto um pouco para você sobre esse museu incrível, e que vale muito a pena incluir no seu roteiro de visita a cidade de São Paulo.



Afinal, ao visitar um museu: 

Cada um de nós amplia nossas próprias ideias e sentimentos.

Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
A fachada do prédio.



História e arquitetura

Instalada no antigo edifício do Liceu de Artes e Ofícios, foi projetada no final do século XIX pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo. Fundada em 1905, é o mais antigo museu de arte do Estado.

A Pinacoteca do Estado de São Paulo é um museu de artes visuais com ênfase na produção brasileira do período colonial até os dias atuais.

No final da década de 1990 passou por uma ampla reforma, com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha.



A partir de 2004, com a incorporação do edifício do largo General Osório, o espaço reformado pelo arquiteto Haron Cohen passou a se chamar Pina Estação.

Este espaço ampliado recebe parte do programa de exposições temporárias da Pinacoteca. Ao lado da Pinacoteca se encontra o Parque da Luz, que também vale uma visita.

Pinacoteca SP.
A linda luz do museu.
Arquitetura da Pinacoteca.
Passarelas interligando os prédios.



Pinacoteca sp.
Detalhes preciosos.
Pina SP.
Linda arquitetura do lugar.



Lustre da Pinacoteca.
Lustre incrível em uma das varandas.
Prédio da Pina SP.
O sol realçando a beleza do prédio do museu.



Marcia Bruno Almanaque da Mulher Blog Pinacoteca SP.
Aproveitando a luz.



Pinacoteca do Estado de São Paulo Obras de Arte

Com 700 obras distribuídas em 2.000 m2, a mostra apresenta ao visitante um percurso pela História da Arte no Brasil, desde o período colonial até os anos de 1970.

A visita ao acervo obedece a uma ordem cronológica, partindo de dois eixos temáticos. De um lado, a formação de um imaginário visual do Brasil. E do outro, a formação de um sistema de ensino, produção, mercado e crítica da arte.

Alguns dos artistas fundamentais para a História da Arte no Brasil poderão ser vistos lá como: Debret, Almeida Júnior, irmãos Bernadelli, Eliseu Visconti, Tarsila do Amaral e Candido Portinari.

A minha vontade era de fotografar tudo e mais um pouquinho. Abaixo estão algumas das imagens que eu fiz no lugar.

Marcia Bruno obra Tarsila do Amaral Pinacoteca.
Antropofagia (1929) de Tarsila do Amaral (óleo sobre tela).



Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Carnaval em Madureira (1924) de Tarsila do Amaral (óleo sobre tela).

Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Mulheres na Janela (1926) de Di Cavalcanti (óleo sobre cartão).



Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Calceteiros (1953) de Wellington Virgolino (óleo sobre tela).
Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Obras sem título (2006) de Hércules Barsotti (serigrafia sobre papel).



Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte Musa Impassível.
Escultura Musa Impassível (1922) de Victor Brecheret (em mármore).

Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Personalidades da monarquia.



Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte, Mulher do xale verde.
Mulher do xale verde (primeiro quarto do século XX) de Cyprien Eugène Boulet. (óleo sobre tela).
Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Iracema e Peri (1897) de Rodolpho Bernadelli (bronze).



Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Mestiço (1934) de Candido Portinari (óleo sobre tela).

Caipira picando fumo - Pinacoteca de SP.
Caipira picando fumo (1893) de Almeida Júnior (óleo sobre tela).



Pinacoteca do Estado de São Paulo obras de arte.
Guerreiro Gaulês (1885) de Émile Louis Picault (bronze).

Obra da Pinacoteca de São Paulo.
Há também obras mais modernas expostas no local e exposições temporárias.



“A liberdade não pode ser simulada”, pura verdade.
Vista de cair o queixo de uma das varandas do museu.



Seleção de livros

Confira abaixo uma pequena seleção de livros sobre a Pinacoteca do Estado de São Paulo:

Pinacoteca de São Paulo – 110 anos Capa dura

Conta a trajetória da pinacoteca de São Paulo, de liceu a museu. Confira mais detalhes clicando aqui.

Clique aqui e confira.

Arte Brasileira na Pinacoteca do Estado de SP

Livro-referência que conta uma história viva da nossa arte. O volume reúne 16 ensaios dos mais importantes historiadores e críticos brasileiros. Conta com leituras inéditas de algumas das obras mais significativas do acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo, do século XIX até os anos 1940. Clique aqui e saiba mais.

Veja mais clicando aqui.

Parque da Luz

Ao lado da Pinacoteca está o Parque da Luz, também conhecido como Jardim da Luz. Foi criado em 1789 como horto botânico e aberto ao público em 1825 como Jardim Botânico, tornando-se o primeiro espaço de lazer da população paulistana.



Em 1981, o parque foi tombado como patrimônio histórico e hoje abriga 32 esculturas que integram o acervo da Pinacoteca. Entre os artistas que têm suas obras expostas no parque estão Victor Brecheret, Amílcar de Castro, Maria Matins e Lygia Reinach.

Vista da Estação da Luz a partir do Jardim da Luz.



Informações sobre a Pinacoteca

Endereço: Praça da Luz, no 2 – Bom Retiro – São Paulo – SP. Tel. 11 3324-1000.

Para acessar o site da Pinacoteca clique aqui.

Horário de funcionamento: de quarta a segunda, das 10 h às 17h30 com permanência até as 18 h.

Ingressos: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Crianças com até 10 anos, idosos maiores de 60 anos e Amigos da Pinacoteca não pagam. Grátis aos sábados.

Bicicletário e estacionamento disponíveis. Luz CPTM e Metrô.

Loja e Cafeteira que valem uma visita.

Para mais dicas de turismo clique aqui.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima