Praia de Patacho.

Praia de Patacho: descubra esse paraíso na Terra

Compartilhe!

Se você está em busca de um roteiro de viagem que inclua uma praia paradisíaca, com água quentinha, muita natureza e boa comida, então você veio ao lugar certo. Confira tudo sobre o que fazer na praia de Patacho, mais um destino imperdível no nosso nordeste.



Praia de Patacho onde fica

A Praia do Patacho fica localizada no município de Porto de Pedras no estado de Alagoas. Fica a 10 Km de São Miguel dos Milagres.

É a mais bonita da Costa dos Corais, com areia clara, água cristalina quentinha e muitos coqueiros. Ainda assim é pouco explorada, tanto por outros banhistas quanto por vendedores.

A praia do Patacho encontra-se na estrada chamada Rota Ecológica, que percorre um trecho de lindas praias do litoral de Alagoas.



A Rota Ecológica atrai viajantes que procuram hospedagens de charme e praias mais reservadas e privativas. Mas hospedar-se por lá não sai barato.

Praia de Patacho.



Como chegar

A chegada se dá pelo Aeroporto Internacional de Maceió/Zumbi dos Palmares, a 80 km de distância.

De lá a melhor opção para chegar a praia do Patacho é alugar um carro. Eu já saio de SP com a reserva feita pelo site.

Do aeroporto até Porto de Pedras são aproximadamente 2 horas. A estrada, contudo, não tem sinalização. Então, recomendo que você chegue ainda com a luz do dia, para viajar com mais segurança.

Outra opção é solicitar um transfer no hotel onde você ficará hospedada, que pegará você no aeroporto.



Quando ir

A época tradicional de chuvas em Alagoas vai dos meses de abril a setembro. Mas, os piores meses são de junho, julho e agosto, quando as chances de chuva são superiores a 60%.

Assim, a melhor época para ir é, portanto, o verão, quando chove menos e o mar ganha tonalidades dignas de comparação com o mar do Caribe.

Mas se quiser fugir da alta temporada, outubro e novembro são boas opções.

Praia de Patacho Alagoas.



Costa dos Corais

A Costa dos Corais inclui um trecho de 120 km do litoral de Pernambuco e Alagoas que faz parte de uma Área de Proteção Ambiental (APA).

A APA Costa dos Corais começa na foz do rio Formoso (Tamandaré/PE) e segue até o rio Meirim (Maceió/AL).

Nessa região as praias são protegidas por barreiras de corais, que na maré baixa criam piscinas naturais. Isso proporciona uma água quentinha e de coloração esverdeada, por isso a região é muitas vezes chamada de Caribe Brasileiro.

Mas uma informação importante para planejar seus passeios pela Costa dos Corais é consultar a tábua das marés divulgada pela Marinha (clique aqui).

Após clicar no link acima, para consultar a tábua as marés selecione o porto mais próximo. A seguir abra a tabela correspondente.

Na tabela são mostrados 3 ou 4 horários base. Eles são os momentos mais altos e mais baixos da maré no dia.

Assim, para fazer seus passeios dê preferência ao horário de menor pico, ou até 2 horas depois desse horário.



O que fazer

Visita a Porto de Pedras

A cidadezinha de Porto de Pedras é uma paz. Parece que você voltou no tempo. Aproveite para relaxar um pouco e curtir um clima de cidade de interior, só que à beira-mar.



Passeio de buggy

O passeio de buggy na Praia do Patacho passa em geral pelas praias de Lages, Tatuamunha, São Miguel dos Milagres até Barra de Camaragibe.

Durante o passeio há algumas paradas para banhos e fotos. É um verdadeiro show! Destaque além das praias, para o mirante dos milagres e o túnel verde.

O túnel verde nada mais é do que um túnel de árvores, mas lindíssimo de se atravessar e fotografar.

Tunel vede Praia de Patacho.
Túnel verde, um capricho da natureza.



Farol do Patacho

Existe um farol que fica em frente a foz do Rio Manguaba, que divide os municípios de Porto de Pedras e Japaratinga.

Esse farol tem um mirante, mas só vale a pena você ir até lá se tiver um tempinho extra. Isso porque o mirante e o farol nem sempre estão abertos a visitação. Na verdade, há uma controvérsia entre poder ou não acessar o local.



De qualquer forma, o acesso é pelo centro de Porto de Pedras, através da subida de uma ladeira. Você pode tanto subir a pé quanto de carro. Mas dependendo da época pode ser difícil achar um lugar para estacionar.

A partir do farol, você vai ter uma das vistas mais espetaculares da região, onde é possível ver o encontro do rio e do mar, assim como a vista da cidade.

Praia de Patacho, farol.
Farol na foz do Rio Manguaba.



Associação Peixe-Boi

A região também é conhecida pelo passeio para ver o Peixe-Boi, no povoado de Tatuamunha. Esse passeio é feito em uma jangada a remo e o guia dá explicações ao longo de todo o trajeto.

A proposta da Associação Peixe-Boi (link aqui) é o turismo de observação, que gera renda para a população local e também estimula a educação socioambiental.

O peixe-boi é o mamífero aquático mais ameaçado de extinção no Brasil. O passeio para ver o Peixe-Boi é pago. Reserve com antecedência no site.

Serviço: Rua Luiz Ferreira Dorta, 25 – Tatuamunha. Link para o site.



Praia de Tatuamunha

Próxima a Associação Peixe-Boi. Dá para tomar um banho de rio delicioso também. Destaque para o por do sol.



Praia de Lajes também chamada Lages

Isolada e rústica, bem próxima a Praia do Patacho, a praia de Lages é lindíssima. Uma das mais incríveis na minha opinião. A cor do mar impressiona. É de onde saem muito passeios de jangada.

Praia de Lages próxima a praia de Patacho Alagoas.
Praia de Lages.



Passeio de Jangada

Os passeios têm duração de aproximadamente 3 horas e fazem várias paradas.



Capela São João do Patacho

A Capela São João do Patacho fica ao lado da Pousada Patacho. Surgiu como uma opção para cerimônias e ensaios fotográficos. A igrejinha mais famosa da região é a Capela dos Milagres.

Praia de Patacho Alagoas.
Capela São João do Patacho.



Onde se hospedar Praia de Patacho

A região conta com ótimas opções de hospedagem. Confira algumas opções abaixo:

Pousada Patacho (clique aqui para conhecer) – pé na areia, conta com restaurante, piscina aquecida, acomodações com Wi-Fi gratuito e estacionamento privativo de cortesia.

Pousada Rota Ecológica (clique aqui para saber mais) – a beira mar fica na praia de Lages. O passeio de barco para piscinas naturais sai bem da frente do hotel. Tem Wi-fi gratuito e estacionamento.

Villa Canziani & Donato (clique aqui e confira) – fica a 2 minutos a pé da praia. Oferece acomodações com varanda térrea ou sacada, Wi-Fi gratuito, piscina ao ar livre e jardim. Tome o café da manhã à la carte no seu apartamento.

Pousada Aldeia Beijupirá (clique aqui e conheça) – fica a 18 minutos a pé da praia. Oferece restaurante, piscina ao ar livre, academia e bar. O estacionamento privativo gratuito está disponível e a pousada também oferece aluguel de bicicletas para você explorar a área circundante.

Pousada Quinta do Patacho (clique aqui) – oferece piscina ao ar livre, jardim e Wi-Fi gratuito em todas as áreas. Todos os quartos possuem varanda.



Onde comer em Praia de Patacho

  • Restaurante da Pousada Xuê – Praia do Patacho sem no.
  • Pousada Patacho Restaurante – Praia do Patacho sem no.
  • Restaurante Aldeia Beijupirá – Praia do Patacho sem no.
  • Restaurante Sonhos do Patacho – Praia do Patacho sem no.
  • Empório Patacho – Alameda da Praia – das 14 às 22 h.
Veja também os posts:

Bem, por hoje é só! espero que você tenha aproveitado as dicas para planejar a sua viagem para esse paraíso. Então, se gostou do post, compartilhe.

E siga o Almanaque da Mulher no Pinterest e no Instagram. Te espero por lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error:
Rolar para cima