San Gimignano na Toscana

Aqui nesse post veja dicas de viagem para a linda e encantadora San Gimignano, cidade medieval repleta de história, situada no alto de uma colina da região da Toscana na Itália. É a mais preservada do país, tem 13 das 72 torres originais. Em 1990 entrou para a Lista de Patrimônio da Humanidade da UNESCO. Saiba sobre a cidade, o que fazer e onde se hospedar.



Sobre a cidade

As torres de San Gimignano foram construídas por famílias nobres nos séculos XII e XIII, quando a cidade prosperou por ser rota de peregrinação para Roma e o resto da Europa.

Mas a peste de 1348 e o desvio do caminho dos peregrinos causaram o declínio da cidade.

Mesmo assim, ainda hoje a pequena cidade San Gimignano é rica em obras de arte e edifícios históricos.

Palácio Vecchio della Podesta
Palácio Vecchio della Podesta.



San Gimignano dicas de viagem

  • Procure chegar cedo para tentar driblar um pouco a multidão de turistas que a visitam diariamente.
  • Existem, ao redor da cidade, 4 estacionamentos bem estruturados para você guardar seu carro, mas atente-se que a cobrança é por hora.
  • A cidade tem várias lojinhas com as comidas típicas, destaques para o azeite, os vinhos e os pães maravilhosos.
  • Mas não espere muita simpatia por parte dos vendedores nas lojas, eles são profissionais, porém não muito agradáveis.



O que visitar em San Gimignano

Torre Grossa

Das 13 torres que sobraram com alturas entre 50 e 60 metros, atualmente, apenas a Torre Grossa está aberta a visitação.

Piazza della Cisterna

A “Praça do Poço” marca o centro da cidade antiga. Aí se encontra a famosa Gelateria di Piazza.

Piazza della Cisterna
Piazza della Cisterna: a “Praça do Poço” marca o centro da cidade.



Piazza del Duomo

Na Piazza del Duomo há muitas construções históricas, como o Palazzo Vecchio del Podesta (1239), cuja torre deve ser a mais antiga da cidade.

Piazza Del Duomo



Basilica Collegiata

A Basilica Collegiata também fica na Piazza del Duomo. Esta igreja romântica do século XII guarda uma mistura de afrescos.

Na nave lateral norte, estão retratados 26 episódios do Velho Testamento (1367) de Bartolo di Fredi.

A parede em frente, cenas da Vida de Cristo (1333-1341), de Lippo Memmi.

E, no fundo da igreja, há cenas do Juízo Final executada por Taddeo di Bartolo.

Há também uma torre-mirante.

O horário de visita é diariamente 9:30 às 19:30 h., dom das 12:30 às 17 h.

Basilica Collegiata
Basilica Collegiata.



Museo Civico: San Gimignano dicas

O Museo Civico fica no Palazzo del Poppolo, outro prédio histórico localizado na Piazza del Duomo.

Os afrescos no pátio do museu mostram os brasões de prefeitos e magistrados da cidade, além da Virgem e Menino (século XIV), de Taddeo di Bartolo.

A 1ª sala é a Sala di Dante, onde uma inscrição lembra uma visita feita pelo poeta em 1300. As paredes estão cobertas com cenas de caça e um enorme afresco da Maestà (1317), de Lippo Memmi.

O piso superior exibe um acervo de arte, com excelentes obras de Pinturicchio, Bartolo di Fredi, Benozzo Gozzoli e Filippino Lipi.

Os famosos afrescos Cenas de um Casamento (início do século XIV), de Memmo di Filippucci, mostram um casal dividindo uma banheira e indo para a cama – um registro incomum do cotidiano do século XIV.

Horários: Museu e torre: diariamente das 9:30 às 19:00 h. Dá acesso a mais alta das 13 torres remanescentes, a Torre Grossa com 54 m de altura.

Vista a partir da Torre Grossa em San Gimignano.
Vista do alto da Torre Grossa.



Vista da Torre Grossa
Outra vista do alto da Torre Grossa.
Vista da Torre Grossa em San Gimignano.
Mais paisagens do alto da Torre Grossa.



Igreja de Sant’Agostino

A Igreja de Sant’Agostino fica na Piazza de mesmo nome.

Consagrada em 1298, esta igreja apresenta fachada simples, que contrasta com o interior bem rococó, muito decorado por Vanvitelli.

Acima do altar-mor está a Coroação da Virgem de 1483, feita por Piero del Pollaiuolo.

O coro foi totalmente recoberto com um ciclo de afrescos da vida do Santo Agostinho (1465), executado pelo artista Benozzo Gozzoli, de Florença.

Na Cappella di San Bartolo, à direita da entrada principal, está um elaborado altar de mármore, finalizado por Benedetto da Maiano em 1495.

San Gimignano
Eu na cidade de San Gimignano.



San Gimignano dicas de onde se hospedar:

Para visitar a Toscana você pode se hospedar em uma das cidades e seguir de carro para visitar as demais cidades da região.

Eu fiquei hospedada em Siena e reservei o hotel pelo Booking.com (LINK) e deu tudo certo. Sempre utilizo os serviços do Booking em todas as minhas viagens e até agora sempre foi perfeito, por isso, recomendo.

Foto de uma varanda florida em San Gimignano.
Delicadeza das flores na fachada.

Veja também outros posts sobre viagens: Berlim, Amsterdam e Castelo de Almourol.

Booking.com

2 comentários em “San Gimignano na Toscana”

  1. sandra de lima netto

    Muito bem lembrado a dica de San Giminiano. Arquitetura medieval intacta! O melhor sorvete da Italia!! !pouco banheiro kkkk.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima