fbpx
Theatro municipal de São Paulo

Dica de programa: Theatro Municipal de São Paulo

Fim de semana retrasado fui assistir a um balé no Theatro Municipal de São Paulo. Depois de quase 10 anos morando aqui, essa foi a primeira vez que fui até lá. A minha maior surpresa foi saber dos meus conhecidos que a grande maioria nunca esteve lá, mesmo tendo nascido no estado ou mesmo na cidade de São Paulo. Mas eu enquanto morei no Rio também só estive no Teatro Municipal do Rio de Janeiro apenas uma vez. Por que a gente dá tão pouco valor a lugares como esse?

Quantos museus você já visitou? Quantas apresentações culturais você já esteve? Já parou para pensar nisso? Por que não nos apropriamos das nossas belezas culturais? Precisamos valorizar mais a nossa cultura prestigiando nossas exposições, espetáculos de dança, teatro, mostras culturais, concertos. Ampliar nossos horizontes com atividades culturais nos faz mais sábios, mais criativos e amplia nossos horizontes. Sei que muitas peças e shows são bem caros, mas a falta de dinheiro não é desculpa. Existem programas culturais para todos os bolsos e muitos até mesmo grátis.

Por isso, resolvi escrever esse post sobre o Theatro Municipal de São Paulo, teatro com “H” mesmo. Quero te incentivar a visita-lo. É um programa maravilhoso! Garanto que você vai apreciar não só a apresentação que você vai assistir como também a incrível arquitetura do próprio teatro.

Theatro municipal de São Paulo
Theatro Municipal (foto: Sylvia Masini)

 

História do Theatro Municipal

Através de incentivos fiscais e investimentos dos próprios barões do café, o arquiteto Ramos de Azevedo e os italianos Cláudio Rossi e Domiziano Rossi iniciaram a construção em 1903 e, em 12 de Setembro de 1911, o Theatro Municipal de São Paulo foi aberto.

A construção foi influenciada pela Ópera de Paris e apresenta traços renascentistas e barrocos na fachada e, em seu interior, muitos adornos e obras de arte como bustos, bronzes, afrescos, cristais, colunas neoclássicas, vitrais, mármores, mosaicos.

Pelo seu palco já passaram nomes como Maria Callas, Villa-Lobos, Ella Fitzgerald, Nureyev, Baryshnikov, entre muitos outros artistas consagrados e muitos anônimos, mas extremamente talentosos.

Foi cenário de um dos principais eventos da história das artes no Brasil, a Semana da Arte Moderna de 1922, que entre 11 e 18 de fevereiro reuniu um grupo de jovens artistas que questionou os valores da arte e da cultura vigentes, nos campos da música, da escultura, pintura, poesia e literatura. Neste grupo estavam Mário e Oswald de Andrade, Heitor Villa-Lobos, Víctor Brecheret, Di Cavalcanti, Anita Malfatti, Plínio Salgado, Menotti Del Pichia, Guilherme de Almeida e outros que deram início ao movimento modernista brasileiro.

O teatro Municipal ao longo da sua história já passou por três grandes reformas e restaurações e atualmente encontra-se bem conservado e lindo de se ver. Coloquei algumas fotos que tirei por lá e outras que peguei na homepage do próprio Theatro:

Theatro Municipal de São Paulo
Escadaria

 

Theatro Municipal de São Paulo
Escadaria vista do restaurante

 

Theatro municipal de São Paulo
Detalhe do lustre

 

Theatro Municipal de São Paulo
Plateia (foto Sylvia Masini)

 

Theatro Municipal de São Paulo
Detalhe do teto da plateia

 

Pelas fotos já dá uma ideia de como é lindo! Clássico, imponente, repleto de detalhes. Imperdível!

 

Programação do Theatro Municipal

No próprio site do teatro você encontra toda a programação e é possível comprar os ingressos por lá mesmo. Para visitar o site clique aqui. Na home page você encontra todas as informações como: como chegar, visitas guiadas, história, notícias etc. O teatro tem estacionamento, para mais informações acesse também o site do Theatro.

Eu fui assistir ao Balé da Cidade de São Paulo que apresentou o espetáculo Titã, com direção de Iracity Cardoso e  direção, coreografia, iluminação, cenografia e figurino de Stefano Poda. As músicas foram executadas pela Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo com a regência de Eduardo Strausser.

Restaurante do Theatro Municipal

Dentro do teatro há um restaurante que se chama Santinho. Não tive oportunidade de ir, pois a noite não abre, contudo, durante o horário dos espetáculos ele funciona como cafeteria.

Já estive no Santinho, mas do Museu da Casa Brasileira e amei a experiência. Fiquei muito interessada em voltar ao Theatro Municipal no horário do almoço para conhecer a unidade do Theatro Municipal, que foi inaugurada em 2015.

O almoço é servido em uma bancada gourmet com estações de saladas, grãos, leguminosas, proteínas, acompanhamentos, além de ilha de massas e tapiocas, marca registrada da chef Morena Leite.

Serviço: Restaurante Santinho do Theatro Municipal de São Paulo.

Telefones: 11 3222-1683 e 3221-8061

Email para reservas:

Preços

Horário de funcionamento do restaurante

 

Theatro Municipal de São Paulo
Restaurante e cafeteria

 

Pretendo assistir um concerto na Sala São Paulo. Você já esteve por lá? Tem alguma dica para dar? É só clicar em “Say Something” no cabeçalho do post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *