Alimentos enlatados.

Dúvidas sobre alimentos enlatados

Compartilhe!

Alimentos enlatados são muito práticos e duram muito na prateleira. Mas será que fazem mal? Têm muitos conservantes? Vale a pena comprar barato latas amassadas, enferrujadas ou estufadas? Qual a relação das latas com o bisfenol A? Existem outas opções práticas, mas que sejam mais saudáveis? Entenda tudo no post a seguir:



Dúvidas sobre alimentos enlatados

Alimentos enlatados são cheios de conservantes?

Nem todos. Isso porque o próprio acondicionamento hermético (sem ar) e o processo de esterilização bem-feito podem dispensar o uso de conservantes. Para saber se o alimento enlatado tem ou não conservantes leia sempre a lista de ingredientes do produto.



Quais os riscos de se consumir alimentos de latas amassadas?

No Brasil 3,6% das latas sofrem amassamentos todos os anos em grandes, médios e pequenos supermercados. Em percentual parece pouca coisa, mas isso corresponde a 191 mil toneladas de alimentos perdidos.

Pior ainda, muitas vezes, essas latas e outras embalagens de alimentos danificadas acabam parando na dispensa de casa. Isso acontece quando não prestamos atenção na hora da compra. O consumo dos alimentos provenientes de latas amassadas, contudo, pode levar a graves consequências para a saúde.

O amassamento pode causar microscópicas rupturas no metal da lata permitindo a entrada de micro-organismos. Esses microrganismos podem se desenvolver nos alimentos sem, contudo, provocarem qualquer alteração no alimento. É aí que está o perigo, pois apenas olhando, cheirando ou provando o alimento nada de diferente será notado.

Outro problema do amassamento das latas é o rompimento do verniz interno que protege o alimento do contato direto com o metal. Assim, o alimento pode sofrer contaminação por metais. E, novamente, nenhuma alteração sensorial será percebida por quem consumi-lo.



Por que não se deve consumir alimentos de latas estufadas?

O estufamento da lata é sinal de alteração da qualidade do alimento ou contaminação por micro-organismos produtores de gases. Então, não compre nem consuma os alimentos provenientes de latas estufadas. É perigoso para a saúde.

Latas enferrujadas também oferecem riscos?

Sim. Se a lata está enferrujada indica duas coisas: ou o produto é velho ou foi mal armazenado, ou os dois. A corrosão da lata também pode permitir a entrada de microrganismos, que nem sempre produzem alterações perceptíveis. Portanto, nunca consuma alimentos provenientes de latas enferrujadas.



Qual a relação dos alimentos enlatados com o bisfenol A?

As latas usadas para acondicionar alimentos são feitas de folhas de flandres, folhas cromadas ou então de folhas de alumínio. Mas por dentro da lata a indústria aplica o chamado ‘verniz sanitário’. Trata-se de uma película plástica que tem o objetivo de evitar o contato direto do alimento com o metal da lata.

Esse verniz, em teoria, deve resistir ao tratamento térmico e não devem apresentar qualquer risco de toxicidade ou transmitir qualquer sabor ao produto enlatado. Os vernizes mais modernos, inclusive, são mais elásticos, o que evita que se rompam com muita facilidade.

Contudo, há pesquisas que indicam que pode haver contaminação do alimento pelo bisfenol A, presente no verniz sanitário. Essa contaminação se dá durante o aquecimento em altas temperaturas que é feito nos enlatados para esterilizar os alimentos. Para entender melhor, leia o post completo clicando aqui.

Como guardar alimentos enlatados?

Antes de abrir mantenha todos os alimentos, mesmo os enlatados ao abrigo da luz e em ambiente fresco e ventilado. Após a abertura, sempre passe o conteúdo que sobrou nas latas para potes com tampa e guarde sob refrigeração.

Mas não descarte o líquido em que os alimentos vêm mergulhados até consumi-los. Esse líquido ajuda na conservação do produto. Normalmente é composto por uma salmoura. O sal em determinadas concentrações é tóxico para os micro-organismos, por isso, pode ser usado como conservante.

Além disso, acondicione, de preferência, em potes de vidro e não de plástico. Se não quiser gastar dinheiro com potes novos, reaproveite aqueles que vieram junto com outros alimentos. Para isso lave bem tanto o pote quanto a tampa e deixe secar. Veja aqui porque evitar potes de plástico sempre que possível.

Como cozinhar de forma prática sem alimentos enlatados?

Com a correria do dia a dia é importante contarmos com opções práticas para o preparo das refeições. Assim, ao invés de enlatados, dê preferência aos alimentos congelados.

Não estou me referindo a refeições prontas,  mas sim a ingredientes. Ou seja, ao invés de comprar ervilhas e milho enlatados, por exemplo, compre as versões congeladas desses produtos. Esses alimentos congelados não possuem nenhum aditivo ou conservante, é apenas o vegetal limpo, cortado e congelado. Mas confirme sempre lendo a embalagem do produto.

Outra boa opção são as conservas em vidro, já que esse material é inerte e não contamina em hipótese nenhuma o alimento. Além disso, você consegue ver o que tem dentro. Contudo, atente-se sempre para a lista de ingredientes, para confirmar se não há muitos aditivos ou conservantes. E só compre conservas cujo líquido esteja límpido, ou seja, rejeite caso se apresente turvo.

Confira também os posts Dicas sobre congelamento de Alimentos e a Branqueamento de alimentos: evite o desperdício e economize.

Siga o Almanaque da Mulher no Instagram e no Facebook.



Deixe uma resposta

Rolar para cima