Está com o intestino preguiçoso? Saiba o que fazer

Intestino preguiçoso, ou constipação instestinal, é uma condição comum que afeta muitas pessoas em todo o mundo. Caracterizada por evacuações irregulares ou difíceis, a constipação pode causar desconforto e interferir na qualidade de vida. Embora muitas vezes seja tratada com laxantes ou medicamentos, existem muitas estratégias naturais que podem ajudar a aliviar os sintomas e melhorar a saúde intestinal. Neste post, confira as possíveis causas da constipação, bem como as maneiras de prevenir e tratar essa condição.



Intestino preguiçoso: o que pode ser

O intestino preguiçoso é uma condição em que a pessoa tem dificuldade em evacuar ou tem evacuações infrequentes, geralmente menos de três vezes por semana.

Pode ser causado por vários fatores, como uma dieta pobre em fibras, falta de atividade física, desidratação, estresse, uso de medicamentos, problemas digestivos, como síndrome do intestino irritável ou doença inflamatória intestinal, e alterações hormonais, como as que ocorrem durante a gravidez.

Além disso, algumas condições de saúde, como hipotireoidismo e diabetes, podem contribuir para a constipação.



Os sintomas do intestino preguiçoso incluem dificuldade em evacuar, esforço excessivo ao tentar evacuar, fezes duras e secas, sensação de inchaço ou desconforto abdominal, e até mesmo dores de cabeça ou mal-estar.

Se a constipação persistir por um longo período de tempo, pode levar a problemas mais graves, como hemorroidas, fissuras anais, diverticulite e impactação fecal.

Constipação intestinal na gravidez

O intestino preguiçoso é um problema comum durante a gravidez. Cerca de metade das mulheres grávidas experimentam constipação em algum momento da gestação, principalmente no segundo e terceiro trimestres.

Isso ocorre devido às mudanças hormonais que afetam a motilidade intestinal, além do aumento da pressão uterina sobre o intestino e o uso prolongado de suplementos de ferro.



Intestino preguiçoso: o que fazer

Intestino preguiçoso o que fazer.

“Intestino preguiçoso” é uma condição conhecida como constipação, na qual as fezes são eliminadas com menos frequência do que o normal e/ou a evacuação é difícil e dolorosa. Algumas estratégias para melhorar os sintomas de constipação intestinal incluem:



1. Aumente a ingestão de fibras

As fibras são importantes para ajudar a manter as fezes macias e facilitar a eliminação. Alimentos ricos em fibras incluem frutas, legumes, grãos integrais, sementes e oleaginosas.

Frutas como mamão e ameixa (até mesmo a seca), por exemplo, costumam funcionar muito bem. Coma uma fatia de mamão por dia e até 3 ameixas.

No caso da ameixa seca, procure hidratá-la antes de ingerir. Para isso é só deixando-a de molho em um pote com água filtrada por pelo menos 24 horas na geladeira.



Lista de alimentos para prevenir e tratar o intestino preguiçoso

Listei abaixo alguns alimentos que ajudam a tratar a constipação intestinal:

  • Frutas: frutas frescas e secas, como ameixas, figos, laranjas, maçãs e peras, são ricas em fibras e ajudam a amolecer as fezes, facilitando a evacuação.
  • Vegetais: legumes e verduras, como brócolis, couve-flor, cenoura, espinafre e abóbora, são ricos em fibras, vitaminas e minerais, além de conter água em sua composição, ajudando na hidratação e regularidade intestinal.
  • Grãos integrais: alimentos como arroz integral, quinoa, aveia e pão integral são ricos em fibras solúveis e insolúveis, que ajudam a manter as fezes macias e estimulam o movimento intestinal.
  • Sementes e oleaginosas: sementes de chia, linhaça, gergelim, amêndoas e nozes são ricas em fibras e gorduras saudáveis, ajudando a regular o trânsito intestinal e melhorar a saúde do intestino.
  • Leguminosas: lentilha, feijão, grão de bico e ervilha são ricos em fibras e proteínas, além de possuírem propriedades prebióticas, que favorecem o crescimento de bactérias benéficas para o intestino. Mas não esqueça de fazer o remolho das leguminosas antes de cozinhá-las. Não sabe como fazer? Então, clique aqui e confira o post.
  • Iogurte: iogurtes e leites fermentados contêm bactérias probióticas, que podem ajudar a equilibrar a flora intestinal e melhorar o trânsito intestinal.



2. Beba bastante água

Não adianta aumentar o consumo de fibras e não beber mais água. A água ajuda a manter as fezes macias e hidratadas, o que facilita a eliminação. Tente beber pelo menos oito copos de água por dia.

Para você não esquecer, minha dica é encher uma garrafa de água pela manhã e carregar com você para ir bebendo pequenos goles ao longo do dia. Assim que você se acostumar a beber uma garrafa, aumente para duas.

3. Faça exercícios

O exercício físico ajuda a estimular o trânsito intestinal e melhorar a regularidade das evacuações.



4. Intestino preguiçoso: o que fazer? Estabeleça horários regulares

Tente estabelecer um horário regular para evacuar como, por exemplo, após o café da manhã ou após uma refeição principal. Isso pode ajudar a treinar o corpo para ter um movimento intestinal regular.

Dessa forma, sente por alguns minutos no vaso sanitário, no horário que você determinou, mesmo sem estar com vontade de evacuar.

5. Considere suplementos de fibras

Se você não consegue obter a quantidade recomendada de fibras na sua alimentação, considere tomar suplementos de fibras para ajudar a aliviar a constipação. o Fibermais (clique aqui) e o Fibras da Native (clique aqui) são exemplos.

Veja também os posts clicando nos links abaixo:

6. Chás para intestino preguiçoso

Existem vários chás que podem ajudar a aliviar os sintomas do intestino preguiçoso e promover a regularidade intestinal. Abaixo estão alguns dos mais recomendados:

  1. Chá de sene: o chá de sene é um dos mais populares para o intestino preguiçoso, pois possui propriedades laxativas naturais.
  2. Chá de camomila: além de suas propriedades calmantes, o chá de camomila também pode ajudar a aliviar a constipação.
  3. Chá de hortelã: o chá de hortelã pode ajudar a relaxar os músculos do trato gastrointestinal, o que pode facilitar a eliminação das fezes.
  4. Chá de gengibre: o gengibre possui propriedades anti-inflamatórias e pode ajudar a estimular a digestão, podendo contribuir para aliviar a constipação.
  5. Chá de dente-de-leão: o chá de dente-de-leão pode estimular a produção de bile, o que pode ajudar a aliviar a constipação.
Assine a Newsletter do blog para receber por e-mail todas as atualizações e ofertas exclusivas. É só preencher os campos abaixo:

Mas é importante lembrar que o consumo excessivo de chás laxantes pode levar a efeitos colaterais indesejados, como diarreia e desidratação. Assim, tomar uma a duas xícaras por dia é o ideal.



7. Consulte um médico

Se essas mudanças de estilo de vida não ajudarem a aliviar a constipação, ou se houver outros sintomas preocupantes, consulte um médico para avaliação e tratamento adequados.

Bem, é isso por hoje. Espero que essas dicas ajudem você. Siga o Almanaque da Mulher no Instagram. É @almanaquedamulher. Te espero também por lá!

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: